Blog Condomínios Síndicos

Quais as funções do porteiro de condomínio?

porteiro de condomínio

Manter a ordem e o bom andamento do condomínio é muito importante para todos que fazem parte desse ecossistema, e as funções do porteiro de condomínio são essenciais para que isso aconteça. Muitas vezes, elas são confundidas com apenas recepcionar moradores e visitantes, mas a verdade é que vão além disso. 

O porteiro é o cartão de visita do local e, embora fique apenas na portaria, o seu papel é importante porque ajuda a garantir não apenas a segurança, mas tem o poder de passar impressões boas ou ruins a todos que têm algum tipo de contato com o local. 

Quer entender quais são todas as responsabilidades e atribuições do porteiro de condomínio? É isso que vamos explicar agora!

Controle de acesso 

Controlar a entrada e saída de pessoas é uma das principais funções do porteiro de condomínio. É ele quem recebe os visitantes e permite, ou não, a entrada. 

Para isso, o procedimento é sempre identificar quem é a pessoa que chegou, contatar o morador ou responsável pelo apartamento e, de acordo com a resposta do condômino, liberar o visitante para entrar ou negar a sua entrada no ambiente. 

Neste quesito, a comunicação entre o porteiro e o morador deve ser clara, a fim de não deixar que a presença indesejada de alguém atrapalhe o bom convívio do condomínio. 

O porteiro também não deve flexibilizar ou abrir exceções para ninguém, uma vez que isso pode causar transtornos e problemas ao próprio profissional. Além de não se ausentar da portaria para chamar alguém ou contatar o morador e deixar o visitante sozinho no local. 

Lembre-se: quando o assunto é segurança, todo cuidado é pouco! 

Recebimentos

Receber correspondências e encomendas também é uma função do porteiro de condomínio; e não apenas aquelas vindas dos Correios, mas de qualquer distribuidora. 

Depois de receber esses objetos, o porteiro tem a responsabilidade de destinar às pessoas corretamente. Na maioria dos condomínios, o profissional conta com armários com divisórias, onde consegue deixar separados os produtos e cartas por unidade privativa. 

Em outros locais, o condomínio trabalha com um sistema de caixa postal, onde os “armários divididos” são trancados e o porteiro e moradores têm as chaves. Neste caso, a função do porteiro é distribuir cada recebido na caixa postal correta de cada condômino. 

Outro ponto importante é o porteiro manter registrado todas as correspondências e encomendas que chegam, com a data e respectiva assinatura de quem entregou. Dessa maneira, as chances de acontecer qualquer erro, como o extravio de documentos, é mínima. 

Livro de ocorrências 

Todo condomínio possui um livro de ocorrências, nele são registradas todas as sugestões, reclamações e possíveis tópicos a serem discutidos em assembleias. 

Um morador fez uma sugestão de melhoria? Registra no livro!

Há alguma área que precisa de manutenção? Registra no livro!

Alguém relatou um conflito que precisa ser discutido entre todos? Registra no livro!

O condômino deixa o seu comentário e sua assinatura, e o responsável por guardar o livro de ocorrências e repassar isso ao síndico é o porteiro. 

Zelar pela ordem 

Para zelar pela portaria e manter a ordem no condomínio, o porteiro deve evitar sair do seu posto e ter firmeza e responsabilidade para gerir a entrada e saída de pessoas. Isso envolve muita comunicação (uma boa comunicação) entre o profissional, os condôminos, os colaboradores do condomínio e o síndico. 

Por isso, o porteiro de condomínio deve ser uma pessoa idônea, responsável e muito educada. Capaz de gerir e mediar qualquer tipo de conflito ou situação adversa que possa surgir no ambiente. 

Agir em casos de emergência 

O porteiro de condomínio também deve ter em suas funções a habilidade de estar sempre atento e agir rapidamente, com clareza e assertividade, em casos de emergência. 

Vandalismo, assaltos, rondas estranhas nas redondezas do condomínio, casos de violência doméstica, incêndio ou qualquer outro sinistro que possa ocorrer. Em qualquer um desses casos, o porteiro deve saber para qual órgão ligar e ter à sua disposição uma linha telefônica que o possibilite fazer isso. 

É bom lembrar que, para desempenhar bem todas essas funções, o porteiro precisa estar sempre bem apresentável e se portar de maneira gentil com todos. 

Agora, que você já sabe quais as reais funções e responsabilidades desse profissional tão importante para os condomínios, vem saber como levar mais comodidade e bem-estar a todos ↓

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.