Categories
Dicas

O perfil do consumidor brasileiro mudou muito nos últimos anos. Hoje, as pessoas querem rapidez e praticidade aliado a uma experiência de compra personalizada. De encontro a isso, o mercado de autoatendimento chegou com tudo, principalmente os mercados autônomos, que oferecem tudo isso. 

Em 2020, uma pesquisa divulgada pela Global Market Insights já apontava que o mercado de autoatendimento seria responsável por R$ 3 bilhões de dólares em transações até 2027, prevendo um ritmo de crescimento em cerca de 11% ao ano. 

Com isso, esses minimercados instalados dentro de condomínios residenciais, comerciais e empresas são uma ótima opção para quem deseja empreender ou diversificar investimentos. Mas se você ainda não se convenceu do porquê, nós explicamos tudo neste post! 

Tecnologia e integração dos canais de venda 

As lojas de autoatendimento têm a tecnologia como base de todo o seu processo, desde o gerenciamento, até a experiência ao consumidor. Isso não apenas facilita o processo de compra, mas atende a vontade do cliente, que quer usufruir da omnicanalidade, ou seja, da integração de canais para adquirir produtos diversos. 

Em um mercado autônomo, por exemplo, o cliente tem a lista de produtos disponíveis na sua loja no aplicativo, disponível no celular, ao mesmo tempo que pode ir rapidamente até a unidade realizar a compra e obter o produto imediatamente. 

Para o Relatório de Varejo 2022, realizado pela Adyen, 83% dos entrevistados diziam estar usando mais aplicativos de compras agora do que antes da pandemia. Além disso,  85% deles disseram que buscam estabelecimentos que ofereçam uma jornada de compras multicanal.

Hiperconveniência 

Oferecer a chamada hiperconveniência às pessoas também é um quesito que faz do mercado de autoatendimento um dos mais aquecidos para esse e os próximos anos. Isso porque, o tempo que parece cada vez mais escasso tornou os hábitos da população em geral cada vez mais acelerados. 

Hoje em dia, todos querem o que é mais rápido, fácil e cômodo. Como comprar itens de necessidade básica a qualquer hora do dia ou da noite e, de preferência, com promoções personalizadas e disponíveis. 

Prova disso, é uma pesquisa de satisfação, realizada pela SoluCX, onde 70% dos entrevistados se disseram desestimulados por longas filas. Em outro estudo, feito pelo Retail Customer Experience, 50% dos entrevistados afirmaram desistir da compra se tiverem que esperar mais de cinco minutos para o checkout. 

A hiperconveniência que o autoatendimento proporciona aos clientes, se torna uma oportunidade de lucratividade muito grande para os empreendedores. 

Várias formas de pagamento 

A mesma pesquisa da Adyen, que citamos acima, revelou que mais da metade dos entrevistados desistem de uma compra se não puderem pagar da maneira que preferirem. 

Esse também é um ponto positivo para o mercado de autoatendimento, que pode disponibilizar, por meio de um aplicativo, as mais variadas formas de pagamento: boleto, PIX, Pic Pay, função crédito, débito e, até mesmo, vales-alimentação e refeição. 

Experiência de compra personalizada 

Em um autoatendimento, ou seja, onde o próprio consumidor pega e paga os seus produtos, a experiência de compra é totalmente personalizada, principalmente se a empresa que fornece o serviço utilizar uma tecnologia própria, que proporcione ao cliente um processo simples. 

No market4u, a maior rede de mercados autônomos da América Latina, os clientes usufruem do aplicativo para consultar itens disponíveis, preços e receberem promoções e comunicações personalizadas conforme o perfil de consumo. Mais um motivo que coloca os mercados autônomos, ou as lojas de autoatendimento, como um dos mais assertivos e rentáveis negócios para se investir neste e nos próximos anos. 

Quer entender melhor sobre a franquia do market4u? Acesse ↓

https://market4u.com.br/quero-ser-franqueado/

Deixe um comentário

Categorias