Blog Condomínios Síndicos

Hábitos e tendências para condomínios em 2022

Que os anos anteriores, 2020 e 2021, foram diferentes todo mundo sabe. Agora, o que nem todos se deram conta é de como eles ajudaram a transformar o mercado condominial; muitas tendências e hábitos vieram para ficar dentro do ecossistema do condomínio. E é sobre essas tendências para condomínios que vamos falar hoje.

Experiências

Há alguns anos as pessoas buscavam imóveis bonitos, com unidades confortáveis e que oferecessem um mínimo de segurança. Hoje em dia, as exigências mudaram um pouco. Além de usufruírem de um excelente espaço privativo, elas querem usufruir e oferecer à sua família um condomínio que possibilite experiências.

Mas que experiências são essas?

Lazer, comodidade e inovação. Tudo que leve o condômino a vivenciar, na prática, o significado destas três palavras são exemplos dessas tais experiências de moradia que as pessoas buscam quando escolhem um imóvel.

Os salões de festa, os espaços gourmet, a academia, a piscina, a sauna, o lava-car e o lavanderia dentro do condomínio retratam bem isso. Lavar o carro sem sair do seu ambiente, malhar sem precisar gastar tempo indo até uma academia externa, fazer a festa do filho dentro do condomínio em um espaço separado do ambiente de casa…

Essas são experiências que geram muito valor e que tiveram a sua importância ainda mais acentuada diante do isolamento que vivemos, onde as pessoas passaram a dar mais importância às suas casas.

Facilidades e tecnologia

Serviços e produtos que facilitem o dia a dia, isso também está na lista de exigências de quem vai comprar, alugar ou mudar de casa em 2022. Aliado a isso, a tecnologia cai como uma luva, já que ela tem justamente esse papel: facilitar a vida das pessoas. Você já ouviu falar sobre automação residencial? Ela pode estar desde as janelas de cada apartamento ao controle de acesso.

Como?

Por meio da tecnologia, é possível controlar remotamente a abertura e fechamento de janelas e persianas, por exemplo. Tudo com a ajuda de um tablet ou smartphone. Isso facilita a vida dos moradores para não precisar levantar da cama ou do sofá e, até mesmo, para deixar a janela aberta enquanto estiver viajando, e fechar só à noite.

E quem disse que a iluminação dos apartamentos ou do condomínio também não pode ser automatizada? Já temos no mercado imobiliário sistemas que baixam, mudam de cor ou desligam as luzes de espaços determinados, tudo conforme programação.

Pensando em segurança e controle de acesso, além de todas as tecnologias que já conhecemos, a biometria e a leitura facial devem cair no gosto do ecossistema condominial neste ano. Afinal, chega de andar com tags e cartões para abrir os ambientes, não é mesmo?

Home office

Mesmo com o fim da pandemia do novo coronavírus, o hábito do home office é algo que veio para ficar. Tanto, que os novos empreendimentos e condomínios já estão sendo projetados com espaços específicos para isso, seja em ambientes comuns ou nas unidades privativas. Isso significa que cada vez mais as pessoas estarão dentro de casa e precisarão de serviços que atendam às suas necessidades.

Compras online e mercado dentro do condomínio

Nos últimos anos, aprendemos a trabalhar de casa, estudar de casa, se divertir em casa e fazer compras sem sair de casa; essa é a revolução do varejo, a nova forma de consumo que, mesmo depois do ápice da pandemia, se fortalece cada dia mais.

Uma pesquisa feita pelo Uol e divulgada pelo Mercado&Consumo aponta que as compras de supermercado realizadas pela internet cresceram 57% durante a pandemia e que, mesmo com o fim desse período, 59% dos brasileiros pretendem continuar comprando pela internet.

Outro estudo realizado pela Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm), mostra que as vendas online atingiram R$ 35,2 bilhões no 1º trimestre de 2021, um crescimento de 72,2% em comparação com o mesmo período do ano passado.

Isso prova que a preferência das pessoas, atualmente, está relacionada à comodidade e à segurança de fazer suas compras sem sair de casa. De encontro a isso, além das compras online, os mercados autônomos também ganharam notoriedade e estão ganhando cada vez mais lugar dentro de condomínios residenciais. 

Assim como com as compras programadas (pela internet) os mercados autônomos oferecem às pessoas praticidade para o dia a dia e segurança. A diferença é que nesse modelo de consumo a compra é feita na hora, o cliente consegue pagar de maneira autônoma, sem sair de casa, e ter o produto na hora. Essa é a grande revolução do varejo, cada vez mais conhecida pelos moradores de condomínios. 

Por que você escolheria sair de casa para ir ao mercado se tem um honest market em casa? 

É muito mais fácil descer o elevador e buscar o leite pro café no hall de entrada do prédio do que trocar de roupa, pegar o carro, sair do condomínio e ir até o supermercado mais próximo, não acha? Sem contar que essas unidades ficam disponíveis 24 horas por dia, sete dias por semana. 

Pronto, agora que você já conhece as principais tendências para condomínios em 2022, veja o que falta no seu e se atualize!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.