Blog Síndicos

Conheça 5 erros comuns cometidos pelos síndicos e descubra como evitá-los

A gestão condominial é uma função muito complexa, por isso os gestores precisam agir com cautela, a fim de agirem sempre conforme a lei e, ao mesmo tempo, agradar os condôminos. E se você é novo nessa jornada e quer se sair bem, fique neste post que vamos te mostrar 5 erros comuns cometidos pelos síndicos e como você pode os evitar. 

Antes de começarmos a listar, é bom lembrar que o papel do síndico vai muito além da tarefa de manter a ordem no condomínio, pois ele também é responsável por questões civis e criminais do local, o que reforça a importância de estar atento a tudo. Agora, vamos aos erros!

Não conhecer as normas do condomínio 

O primeiro passo para realizar uma boa gestão é conhecer com clareza de detalhes todas as normas do condomínio, pois isso é o que rege direitos e deveres dos moradores, colaboradores e do próprio síndico. Geralmente, elas são elencadas na Convenção do Condomínio, sendo que as principais normas de convivência constam no Regimento Interno. Mas antes disso, existe a Lei de Condomínio, do Código Civil, que deve ser conhecida pelo síndico antes mesmo das leis internas do local.

A partir do momento que todos são cientes de todas as normas, é possível que o gestor aplique multas em caso de descumprimento, o que pode gerar até ações judiciais se não solucionadas de maneira passiva internamente. 

Ser ausente e não se comunicar bem

O síndico é quem precisa prezar pela boa convivência de todos e, para que isso seja uma realidade no condomínio, deve começar por si mesmo. Como? Aprendendo a se comunicar com todos de maneira efetiva e amigável. Além disso, estar presente é necessário para que esse elo seja reforçado todos os dias, então mesmo que você seja um síndico profissional (não morador) se faça presente na vida dos moradores e colaboradores, para que eles sintam que podem contar com você em todas as ocasiões. 

Agir de maneira negligente com as finanças 

Um condomínio residencial é uma instituição que integra questões financeiras e, como qualquer outra, precisa de uma gestão eficiente, pois quando o assunto é dinheiro, qualquer probleminha pode se tornar um problemão. Sendo assim, como síndico, você precisa controlar de maneira efetiva todas as entradas, contas fixas, gastos extraordinários e datas de vencimentos. Para isso, fazer uso de planilhas e mantê-las sempre atualizadas pode ser uma boa opção. Se o assunto não for muito amigável para você, talvez seja interessante até fazer um cursinho para aprimoramento na gestão financeira. 

Expor os inadimplentes 

Seja durante a assembleia, numa conversa informal ou até mesmo pelos meios de comunicação rápida, adotados por alguns condomínios atualmente, expor o nome dos condôminos devedores é um erro gravíssimo, que pode até ser respondido judicialmente. 

Para esses casos, alguns condomínios discutem como prestar contas aos demais moradores sobre os devedores, já que essa falta de pagamento atinge a todas as unidades do local. 

Não se atualizar 

Novidades que facilitem o dia a dia é o que mais os moradores esperam de uma gestão. Então, ser um síndico desatualizado pode não ser algo bom se o assunto for conquistá-los. Por isso, procure se atualizar sempre sobre meios tecnológicos que possam ser utilizados na sua administração ou serviços que possam ser colocados no condomínio e que contribuam com o bem-estar de todos. 

Um lava-car ou mercado autônomo, por exemplo, são serviços bem aceitos pelos condôminos, uma vez que trazem comodidades a todos. Aposte em novidades, sempre! 

Gostou de saber sobre esses erros comuns cometidos pelos síndicos? Assim, você pode evitá-los e ter uma gestão aprovada por todos. Aproveite para ler mais sobre o assunto ↓

Check list para síndicos: como melhorar sua gestão em 2021

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *