Blog Condomínios Novidades

Mercadinho no condomínio? Sim, é possível!

Quando você está no meio do processo de preparo de uma refeição e nota que faltou algum ingrediente importante da receita, logo pensa: terei que desligar tudo e ir ao mercado, não é mesmo? Agora imagine essa mesma situação se você morasse em um condomínio que tem um mercadinho dentro? 

Os mercadinhos dentro de condomínios já viraram uma tendência no Brasil e prometem chegar a todos os residenciais. Isso porque, oferecem aos condôminos muito mais que praticidade, mas também tempo e segurança. 

Lojas autônomas 

As lojas do market4u são completamente autônomas, ou seja, não necessitam de caixas, operadores e funcionários presentes no local. Mas isso não significa que a experiência de compra se torne mais difícil, principalmente para pessoas mais velhas ou com alguma necessidade especial. 

Pelo contrário, a tecnologia empregada nas unidades dos mercados foi pensada para facilitar a inclusão e a acessibilidade de todos. 

Os mercadinhos ficam abertos todos os dias, durante 24h, e podem ser acessados por todos os moradores dos condomínios, colaboradores, prestadores de serviços e até mesmo, por quem, eventualmente, estiver visitando alguma família do local. 

A pandemia e a expansão 

Antes mesmo da pandemia causada pela Covid-19, o modelo de mercado autônomo – sem atendente – já surgia para ficar, mas a verdade é que o momento de isolamento social acelerou esse crescimento. “Foi aí que as pessoas passaram a enxergar a importância desses serviços. Esses mercadinhos nos condomínios foram substituindo as vending machines e trazendo uma nova proposta de valor: comodidade é o que define isso”, explica o CEO do market4u, Eduardo Cordova.

Mas com a volta à normalidade, o modelo vai morrer? Não! 

Uma pesquisa feita pelo Uol e divulgada pelo Mercado&Consumo aponta que as compras de supermercado realizadas pela internet cresceram 57% durante a pandemia e que, mesmo com o fim desse período, 59% dos brasileiros pretendem continuar comprando pela internet.

Outro estudo realizado pela Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm), mostra que as vendas online atingiram R$ 35,2 bilhões no 1º trimestre de 2021, um crescimento de 72,2% em comparação com o mesmo período do ano passado.

Isso prova que a preferência das pessoas, atualmente, está relacionada à comodidade e à segurança de fazer suas compras sem sair de casa. De encontro a isso, os mercados autônomos continuam ganhando notoriedade e lugar dentro de condomínios residenciais. 

E você, quer um mercadinho no seu condomínio também? Venha viver toda essa comodidade com quem é líder de mercado! 

Leia também ↓↓↓

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *