Blog Franquia Tecnologia

As vantagens digitais do varejo físico

Loja online ou loja física? Essa não precisa ser uma escolha para o varejo supermercadista, pois elas estão caminhando bem juntas. O surgimento de novas tecnologias representa, inclusive, oportunidade para os varejistas tradicionais criarem experiências de compra que conectam o cliente em diversos pontos de contato.
O e-commerce possui sim algumas vantagens em relação ao modelo tradicional: custos operacionais mais baixos, infinitas opções de escolha, modelos de entrega mais alinhados com o estilo de vida moderno e geração de dados. Por meio do digital, o varejista acompanha a jornada de compra do cliente, tem acesso a importantes informações para realização de campanhas e promoções mais assertivas. 

Mas, mesmo diante destas vantagens, afirmar que o varejo físico está condenado ao fim é errado. Os seres humanos são sociais e os comportamentos tendem a se mover em ciclos. Um ciclo em direção a uma maior imersão digital é comumente seguido por um movimento de reação em direção a uma interação social maior.

Neste sentido, varejistas têm transformado vulnerabilidade em vantagem, já que são capazes de combinar o melhor dos mundos físico e virtual para criar experiências diferenciadas de compra. A presença física do cliente oportuniza o relacionamento direto e pessoal, onde os próprios consumidores desfrutam do elemento social em loja. 

Varejistas tradicionais podem usar esse cenário em proveito próprio, utilizando o digital como meio para melhorar a experiência da vida real, atraindo o público para a loja física, promovendo eventos, interações únicas e conexões entre os clientes e a marca. 

Afinal, os pontos de contato com o cliente não atuam isoladamente. O mesmo consumidor que se envolve com as redes sociais de um varejista pode ser receptivo à comunicação via aplicativo, fazer compras online e gostar de visitar lojas físicas com a família. 

A importância do omnichannel para a digitalização supermercadista 

É o que chamamos de omnichannel, oferecer a mesma experiência de compra em todos os canais, numa estratégia única. Analisando o processo de compra do consumidor, o momento de decisão da maioria dos compradores é extremamente rápido. 

Por isso é necessário aumentar o leque de modalidades de venda que existem no mercado como por exemplo os multicanais de comunicação: aplicativos, redes sociais, sites, influenciadores, lojas físicas, expositores de produtos, entre outros. 

É importante também adequar linguagens visual e verbal, oriundas de uma cultura corporativa bem definida, para que a venda seja feita com sucesso nos multicanais.

Mas por que isso é tão importante?

Bom, quando você pensa em comprar algo, qual é a primeira coisa que você faz? 

Alternativa A: vai até o supermercado mais próxima para verificar o preço. 

Alternativa B: utiliza o seu smartphone para pesquisar o produto, ver quais os supermercados têm o item disponível e quais os preços em cada um deles. 

Hoje em dia, a alternativa B é a mais praticada pela maioria das pessoas. Por isso, o onmichannel é tão importante, uma vez que se não estiverem posicionados on-line, os supermercadistas têm uma enorme probabilidade de não serem encontrados ou perder clientes. 

Agora que você já percebeu a importância do omnichannel é hora de entender como toda essa comunicação e digitalização pode ser feita na prática no dia a dia do seu supermercado! 

Dados e experiência do cliente 

Dados são o novo petróleo? Para o varejo, parece que sim! E o mundo digital proporciona uma geração infinita de informações. São dados estratégicos que permitem saber mais sobre o cliente, entender melhor gostos e preferências, perfis de compra, pagamentos… Tudo isso para acertar nas promoções e se comunicar de maneira personalizada com o seu cliente. 

Pensar que todo cliente é igual, como se fazia há anos, é algo que já foi desmistificado pela digitalização. As ferramentas digitais e toda essa oportunidade de conhecer “de perto” o seu consumidor culmiou em outro fator que se tornou determinante para os supermercados: a experiência do cliente. 

O cliente do século 21 exige uma comunicação personalizada – que precisa acontecer em via dupla, porque ele também quer e merece ser ouvido – promoções exclusivas e identificação com a marca para fazer suas compras.

Mídias sociais 

O primeiro passo para iniciar a digitalização do seu mercado é olhar para as mídias sociais como um canal importante de comunicação com o seu público. E com tantas opções disponíveis atualmente: Instagram, Facebook, TikTok, YouTube, WhatsApp, Google Meu Negócio e outros, você precisa, juntamente com sua equipe de marketing ou com a gestão do supermercado, escolher em qual delas a sua marca estará presente. 

Google Meu Negócio 

Nem todas as redes se encaixam em todos os negócios. Escolha as que mais fazem sentido para o seu, mas pelo menos um, consideramos “obrigatório”, o Google Meu Negócio. Isso porque, o Google é o principal canal de busca das pessoas: 80% dos consumidores pesquisam nele. Então, você precisa ser encontrado nele. 

O Google Meu Negócio é gratuito, onde você pode inserir os principais dados sobre o seu supermercado: nome, endereço, telefone, horários de atendimento, linkar o seu site (caso você tenha), inserir fotos e, até mesmo, programar eventos futuros.

Se o seu supermercado ainda não tem um perfil no Google Meu Negócio, você pode criar de maneira gratuita através deste link. 

WhatsApp business

A rede social de mensagens instantâneas mais comum entre os brasileiros também não poderia ficar de fora da nossa lista de meios digitais para serem utilizados pelos supermercadistas. Por meio dele, é possível fazer listas de transmissão, grupos de comunicação e muito mais. 

Os supermercados já têm utilizado o WhatsApp para enviar banners digitais com promoções relâmpago; encartes digitais, com todos os principais produtos e preços da quinzena ou do mês. Enfim, as possibilidades da usabilidade dessa ferramenta são inúmeras e os benefícios também são; não a deixe de fora da sua estratégia de digitalização. 

Aplicativo 

Outra ferramenta de comunicação rápida e super personalizada com os clientes de um supermercado é um aplicativo mobile. Embora, à primeira vista, pareça uma opção cara, um app exclusivo do seu estabelecimento oferece muitas vantagens em relação aos concorrentes. 

Um banco de dados muito mais robusto, uma vez que o consumidor que baixar o app precisará realizar um cadastro, onde vai inserir dados pessoais, como idade, sexo, e pode até escolher suas preferências de compra. 

Outra vantagem é a comunicação direta e em tempo real. Imagine que você coloca uma seção do seu supermercado em promoção: 20% off nas compras de bomboniere, mas a promoção é válida apenas até o final do dia. Qual a melhor maneira de comunicar isso? Com uma notificação no aplicativo, onde várias pessoas que já conhecem e/ou são consumidoras do local tem a chance de visualizar. 

Um ótimo exemplo disso, é o aplicativo do market4u, que já está entre os 70 apps de compra mais baixados do Brasil e oferece muito mais que uma experiência de self checkout, com o delivery, as compras de atacado, e as opções de serviços disponíveis dentro do próprio app. Além é claro, da comunicação direta e personalizada com o cliente; tudo o que você também pode ter no seu mercado! 

Depois de passar a utilizar todas essas ferramentas digitais para atrair ou melhorar a experiência do seu cliente com o seu supermercado, é hora de parar para pensar como está o seu ponto de venda? Quando estiver lá fisicamente, o consumidor também precisa ser impactado de maneira positiva, com acessibilidade, uma comunicação clara, atrativos que personalizam ainda mais a sua passagem pelo estabelecimento e um atendimento excelente. 

Mas isso é assunto para outro dia, nos encontramos em breve em outro post. Até lá!

Quer saber mais sobre as principais tendências do varejo? Clique na imagem abaixo para receber o e-book!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.