Blog

Quem são as pessoas que fazem o market4u – Sara Leonel

Com chegada da pandemia do novo coronavírus: Sara assim como outros colaboradores da agência de publicidade estavam sendo realocados para outros negócios do BioGrupo, holding de empresas que, além da Motion, contempla startups de inovação, postos de combustíveis, cafés, ecommerce, softhouse, escritórios de contabilidade e outros empreendimentos de setores variados.

A Sara, havia sido feito o convite de integrar à equipe da mais nova startup do BioGrupo, o market4u, uma rede de mercados automatizados instalados em condomínios residenciais. Incerta sobre a mudança, Sara acabou fazendo uma entrevista em outro lugar, a tal da startup de softwares, e comunicou ao BioGrupo que continuaria no time apenas pelo próximo mês; período que levaria para assumir o novo emprego. 

Passados os trinta dias que deveriam configurar a despedida de Sara do grupo, veio a realização de que, ironicamente, aquele estava sendo o melhor mês de sua vida profissional até então. O último dia – ou, pelo menos, o dia que pensavam que seria o último – foi difícil: muito choro e muita despedida. Sara foi para casa e, naquele final de semana, teve o que chamou de uma epifania. “Eu pensei: Meu Deus, o que eu estou fazendo? Estou tão feliz lá e vou para outro lugar! Percebi que o market4u estava prestes a crescer muito, e que se eu saísse naquele momento, talvez não tivesse outra oportunidade de voltar. Liguei para o Sandro (Sandro Wuicik, co-fundador do market4u) e falei que não queria sair. Depois de tanto choro, na segunda-feira eu estava de volta”, conta. 

A partir daí, a trajetória profissional de Sara não só deslanchou, como também passou por significativas mudanças de rumo. A antiga estagiária de atendimento da Motion Publicidade passou a ser a primeira integrante efetiva do time comercial do market4u, área na qual Sara acabou se realizando e descobrindo sua verdadeira vocação. “A migração para a área comercial foi incrível! Estou no market4u desde o início; eu e o Sandro fomos os primeiros do time comercial. Ainda não havia nenhum processo, então nós criamos tudo do zero; por isso, conheço tudo de cabo a rabo. Foi aqui que eu realmente evoluí!”. 

No dia a dia, Sara é responsável pela qualificação das pessoas interessadas em franquias do market4u, analisando quem se encaixa no perfil procurado pela startup. É ela quem recebe os cadastros feitos pelo site e agenda a primeira reunião entre a empresa e o lead. Alguns critérios importantes, segundo ela, são o nível de engajamento do possível franqueado, experiência em gerir negócios, condição financeira e grau de comprometimento. Tudo isso é analisado de forma sistemática e imparcial, de acordo com os valores defendidos pelo market4u. 

Assim, a avaliação feita por Sara funciona como uma espécie de filtro: só dão continuidade ao processo de licenciamento os leads aprovados por ela após a reunião inicial. “O papel do SDR (sales development) é qualificar pessoas”, ela explica, e conta que foi escolhida para o cargo por demonstrar capacidade de separar suas opiniões pessoais dos critérios realmente importantes em termos de aliança profissional. Sara afirma que esta imparcialidade, somada à boa comunicação, à tolerância e a algum jogo de cintura, têm sido os atributos mais importantes para desempenhar sua função de forma eficaz. 

Entre os principais desafios de lidar com tanta responsabilidade, Sara comenta que ainda há muito preconceito de gênero e idade por parte dos possíveis licenciados quando o assunto é fechar negócio. Aos 20 anos, ela sente que precisa se esforçar muito para receber a mesma validação que seria conferida a um colega de trabalho do gênero masculino ou de outra faixa etária. “Estou perdendo meu tempo”, “Não quero falar com você” e “Preciso ir para outra reunião” são algumas das frases que ela já ouviu nestas ocasiões. Como resposta, sua estratégia é conduzir a conversa com firmeza desde o início, mostrando que há um processo estabelecido pela empresa e que a responsabilidade por aquela etapa é inteiramente dela. 

No ambiente interno de trabalho, entretanto, a história é bem diferente. Sara enxerga com carinho a união da equipe e tem sua autonomia cada vez mais incentivada pelos diretores do market4u, sentindo diariamente os benefícios de uma gestão descentralizada. “Todo o crescimento do market4u se deve ao comprometimento das pessoas aqui dentro. É incrível a união que temos pelo mesmo propósito. Nossos gestores são muito próximos à equipe, o que faz com que a gente tenha mais confiança e queira trabalhar cada vez melhor”. 

Dentro dos últimos cinco meses, o market4u vem experimentando um crescimento acelerado: a equipe que começou com quatro funcionários hoje já chega a cem colaboradores que, ao lado de Sara, enfrentam o ano da pandemia com uma inesperada guinada em suas carreiras. “A pandemia é horrível, é claro, mas, apesar disto, este está sendo o melhor período profissional de toda a minha vida”, reflete ela. E conclui dizendo: “Estou muito feliz na área comercial, e enquanto estiver feliz, é o que quero continuar fazendo. Tenho certeza que ainda quero crescer muito, e tenho certeza que este crescimento vai acontecer aqui no market4u. Se estamos felizes com o que fazemos, é isso que importa”. 

Duas vezes, nossa conversa por chamada de vídeo é interrompida pelo som de um sino e muitos aplausos em volta de Sara: comemoração pelos novos contratos sendo fechados no market4u. Um sinal positivo de que novos franqueados passaram pelo Filtro Sara.

E você, também quer fazer da família do market4u? Envie seu currículo para talentos@wordpress-771564-2620841.cloudwaysapps.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.