Blog Dicas Franquia

7 passos para a aquisição de uma franquia

Empreender é o sonho de muitos brasileiros. E na busca pelo negócio ideal, muitos encontram na franquia um modelo que se encaixa perfeitamente com aquilo que procuram. Mas para quem é “empreendedor de primeira viagem”, muitas vezes, o caminho até se tornar um franqueado pode ser difícil. Para facilitar a sua vida, nós preparamos alguns tópicos sobre os passos para aquisição de uma franquia. 

Mas antes de te explicar como você deve fazer esse percurso, vamos entender direitinho sobre esse modelo de negócio. 

O que é uma franquia?

De acordo com o Portal do Franchising, da Associação Brasileira de Franchising (ABF), a franquia empresarial é um negócio cujo modelo de operação é copiado e transferido para outro ponto comercial com autorização de quem detém os direitos e criou aquele modelo inicialmente. Ou seja, tudo que envolve a gestão, operação e divulgação da empresa é copiado e transferido para uma loja “gêmea”.  

Lei da Franquia 

Ainda falando sobre a definição de franquia, a lei 8.955 de 1994, que passou por algumas alterações no ano de 2019, a “franquia empresarial é o sistema apelo qual um franqueador cede ao franqueado o direito de uso da marca ou patente, associado ao direito de distribuição exclusiva ou semi-exclusiva de produtos ou serviços, e eventualmente, também ao direito de uso de tecnologia de implantação e administração de negócio ou sistema operacional desenvolvidos ou detidos pelo franqueador, mediante a remuneração direta ou indireta, sem que, no entanto, fique caracterizado vínculo empregatício”. 

Agora que você já sabe do que realmente se trata o modelo, vamos à prática. Quais os passos para a aquisição de uma franquia?

Análise 

O primeiro passo que precisa ser tomado na hora de adquirir uma franquia é realizar uma autoanálise. Com ela, você precisa responder a você mesmo as seguintes perguntas:

  • Qual o segmento de negócio que combina comigo?
  • Quais as minhas maiores habilidades?
  • Qual é o valor que estou disposto a investir neste momento?
  • Qual o tempo que eu posso dedicar a esse negócio?

A partir das respostas, você saberá quais os ramos poderá procurar, dentro do seu orçamento, perfil e tempo que irá disponibilizar à marca. 

Pesquisa 

Depois de saber esses detalhes, é hora de dar início às pesquisas de franqueadoras disponíveis no ramo que você acha que mais combina com você. É bom lembrar que, no mercado, há muitas marcas, por isso, não tenha pressa; analise com calma todos os modelos de negócios, conforme a sua região, concorrência, tempo e capacidade de investimento.

Nesse momento da pesquisa, é quando você precisa pesquisar tudo sobre a franqueadora que acha que mais se encaixa com você. 

  • O que os franqueados dizem sobre ela?
  • Qual a autoridade dessa marca no mercado?
  • Ela é conhecida na região que você deseja instalar a franquia?
  • Qual a perspectiva de crescimento do negócio?

Todos esses são detalhes que fazem a diferença na hora de escolher uma franquia. Então, não tenha pressa e, se possível, conte com a ajuda de um profissional especialista no assunto para te ajudar a decidir sobre o melhor negócio para você. 

Documentação 

Com a marca escolhida, é hora de dar início ao processo para se tornar um franqueado. Geralmente, você precisará preencher formulários junto à franqueadora, pois passará por um processo de seleção, onde será avaliado como apto ou inapto a se tornar um franqueado da marca. Para isso, você participará de reuniões e entrevistas com os profissionais franqueadores. 

Se considerado apto para adquirir uma franquia do negócio, você poderá dar início ao processo burocrático com a assinatura do contrato. 

Treinamento 

Depois que todos esses detalhes estiverem devidamente formalizados, a franqueadora inicia o seu treinamento como franqueado, onde você vai aprender tudo sobre a marca, quais as melhores práticas para aplicar no seu dia a dia, como as dicas comerciais, de gestão e marketing, por exemplo. 

Decisões 

Com isso, você se torna apto a tomar as suas decisões sobre a escolha do ponto comercial, qual modelo formal de empresa abrir, quantos colaboradores contratar, de que maneira gerir melhor a sua rotina e quais as melhores práticas para que o seu negócio seja rentável. 

Prática 

E, por fim, é hora de colocar a “mão na massa”, abrir as portas, e colocar em prática tudo que você aprendeu e decidiu sobre o seu negócio. Mas lembre-se: a vida de um empresário nem sempre é fácil, então, mantenha-se motivado e nunca pare de se qualificar e aprender mais sobre o seu negócio a cada dia. 

Gostou das nossas dicas de como adquirir uma franquia e quer se tornar um franqueado da maior rede de mercados autônomos da América Latina? Conheça nosso modelo de negócio! 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *