Blog Condomínios Dicas Síndicos

Como um minimercado no condomínio pode ajudar a economizar

A vida de muitas famílias brasileiras mudou depois da pandemia da Covid-19. Enquanto uns perderam suas fontes de renda, com as várias paralisações na economia, outros viram seus gastos residenciais aumentarem com o home office. Com isso, a saída para tirar o pé do vermelho e não ficar endividado na praça é poupar. Por isso, hoje vamos te mostrar como um minimercado no condomínio pode te ajudar nessa missão. 

Missão que parece mais necessária do que nunca, pois uma pesquisa realizada pela Acordo Certo – instituição de renegociação de dívidas – aponta que 69% dos consumidores brasileiros têm pelo menos uma dívida em atraso. O mesmo levantamento mostrou que gastos como energia elétrica, supermercado, gás e água foram os que mais pesaram no bolso das famílias durante a pandemia; essas contas ficaram cerca de 40% mais caras nesse período. 

Mas como um mini mercado em casa ou na empresa pode me ajudar, se essas conveniências costumam ser muito mais caras que os mercados tradicionais? Aí é que você se engana!

Nem todas as redes que oferecem minimercado em condomínio trabalham com preços abusivos. Além disso, há vários fatores que precisam ser levados em consideração quando o assunto é economia, não apenas o valor dos produtos; alguns outros detalhes precisam ser colocados na ponta do lápis. Vamos saber quais?

Trajeto 

Comece pensando em todo o trajeto que você faz quando planeja ir ao mercado. Se você sai de casa ou do trabalho para o supermercado, usa algum meio de transporte para se movimentar, automóvel próprio, uber, táxi ou transporte público. 

Quanto você gasta com transporte para ir ao mercado? 

E não é apenas isso, quais são os outros custos, relacionados a isso, em médio e longo prazo? A manutenção do carro, por exemplo; um pneu que estoura no caminho; o perigo de acidentes e tantos outros. 

Com um mercado autônomo no seu condomínio, você compra sem sair de casa. Não precisa se arrumar, pegar seu carro e ir ao supermercado; ou sair do trabalho cansado e ainda ter que mudar o caminho para comprar a carne da janta ou o pão pro café, pois você apenas desce as escadas ou para no hall de entrada, pega seus produtos, você mesmo paga pelo app e pronto!

Tempo 

Em seguida, pense sobre o tempo que você direciona a isso. Se você costuma fazer compras semanais, ou passar na padaria diariamente comprar o pão pro café. Contabilize desde o momento que você sai de casa ou do serviço, até o momento você retorna. 

Quantas horas do teu tempo você gasta por mês com o mercado?

Depois de responder a essa pergunta, lembre-se: tempo é dinheiro! Todas essas horas poderiam estar sendo investidas num trabalho extra, em cursos profissionalizantes, num novo empreendimento. 

Saúde 

Mas não apenas dinheiro, ter mais tempo disponível também significa mais saúde, sabe por quê? Porque mais momentos em família ou com aqueles amigos que você ama, são capazes de proporcionar alegria, e alegria tem a ver com a sua saúde mental, com o baixo nível de estresse e ansiedade, fatores tão inerentes ao ser humano atualmente. 

E se a sua saúde estiver em dia, com certeza os gastos com médicos, remédios e eventuais tratamentos são muito menores. No final, tudo contribui para a economia que tanto buscamos. 

Ah, e agora, quer saber quais são os pontos a serem analisados na hora de escolher um minimercado para o seu condomínio? Confira

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *